Papa condena ataque a igreja cristã copta no Egito

O papa Francisco condenou o atentado no interior de uma igreja cristã copta na cidade egípcia de Tanta, ao norte do Cairo, no qual morreram pelo menos 25 pessoas.

Francisco pediu que “[Deus] converta o coração das pessoas que semeiam o terror, a violência e a morte”.

O papa também expressou as suas condolências às famílias das vítimas, aos feridos e aos egípcios, assegurando-lhes que estão nas suas orações, momentos antes de rezar o Angelus na praça de São Pedro, no Vaticano.

Francisco presidiu hoje a celebração litúrgica tradicional do Domingo de Ramos, dando início aos ritos da Semana Santa.

O chefe do serviço de ambulâncias na cidade egípcia de Tanta, Magdi Awad, confirmou a informação relativa à explosão de uma bomba quando os fiéis celebravam o Domingo de Ramos.

O ataque, que deixou quase 40 pessoas feridas, não foi reivindicado.

Os cristãos copta são cerca de 10% da população do Egito e frequentemente são alvo de ataques por parte dos extremistas islâmicos.